livre transcrição de texto de Claudio Bernabucci (Revista Carta Capital)

O Capitalismo neoliberal, através de instrumentos teóricos e culturais, dos quais a mídia é a ferramenta principal, teve a capacidade de exercer uma hegemonia ímpar sobre todas as atividades humanas, eliminando quaisquer resistência e crítica significativas, a ponto de se configurar como “pensamento único”.

Somente por meio da difusão de pensamentos plurais e que contradiga o dominante, poderão ser habilitados mentes e corações capazes de criar uma nova civilização para superar as injustiças de um mundo onde minorias decidem o destino de bilhões de seres humanos.

A livre difusão da internet, apesar de limitada, permite uma informação de baixo para cima, fazendo ouvir as vozes autônomas, relegadas aos espaços de debates (espécie de reserva indígena intelectual).

A opinião pública padece de informação clara da realidade de que a avidez do lucro é a causa principal da desigualdade social e fator de comprometimento da possibilidade de se construir um futuro comum.  Um futuro onde orfanatos sejam apenas para abrigar temporariamente crianças desamparadas por uma fatalidade. Onde não haja motivos para alguém dormir ao relento a não ser por diversão.

Mas esta “cegueira” é na maioria das vezes consequência da incapacidade de sair do esquema prefixado de pensar e agir e para reverter este quadro é preciso difundir o pensamento crítico.

Esse post foi publicado em Actvism, Informative. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s